21 de abril de 2009

Teletema - Luiza Possi

Rumo, estrada turva, sou despedida
Por entre, lenços brancos de partida,
Em cada curva, sem ter você, vou mais só


Corro, rompendo laços, abraços, beijos
Em cada passo é você quem vejo
no tele-espaço, pousado, em cores no além

Brando, corpo celeste, meta metade
Meu santuário, minha eternidade
Iluminando o meu caminho e fim

Dando a incerteza, tão passageira,
Nós viveremos uma vida inteira
Eternamente, somente os dois mais ninguém

Eu vou de sol a sol, desfeito em cor,
Refeito em som, perfeito em tanto amor...

2 comentários:

Lineh Rondini disse...

Não faço a minima do que quis dizer com essa música, mas posso te dize ruma coisa, é uma música muito profunda, envolve muuuuuitos sentimentos, e tem várias formas de se ver esse texto!! ...
De qualquer forma, vc sempre se traduzindo em textos!!!
ADORO esse seu jeito de ser, assim tão MISTERIOSA!!

TE AMO pekena :)

Geise Cruz disse...

amei a perte do misteriosa kkkkkkkkkkkkkk

depois traduzo pra tu!!!