30 de outubro de 2009

~*

Minha alma é uma parcela do infinito distante..
O infinito que ninguém sonda e ninguém compreende.. 
Sou eterna errante dos caminhos que vou, 
pisando a terra e olhando o céu...

[Drummond]

Um comentário: